21 dezembro 2010

Considerações iniciais e musicais sobre 2010



Então é Natal , o ano termina e nasce outra vez.... Nããããão! Não vamos falar do cd 25 de dezembro de Simone. Vamos tratar da música produzida em 2010. Aqui a intenção não é listar os tops ou melhores, nem decidir nada. Talvez possamos sugerir produções e/ou discutir ideias e sensações.
2010 foi marcado pelo lançamento de várias caixas. Gal Total, Caixa Preta (Itamar Assumpção), Os Anos Dourados de Dolores Duran, Salve Jorge (Ben)!, etc. Estes tipos de relançamentos são sempre importantes, pois facilitam a vida dos colecionadores, além de serem (geralmente) interessantes no quesito estético.

Cantores como Maria Bethânia, Zizi Possi, Simone, Zeca Pagodinho, Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Célia, Beto Guedes e Emílio Santiago mostraram que mesmo com mais tempo de estrada ainda continuam na ativa e ainda são capazaes de produzir belos trabalhos.

Aqueles que se consagraram nos anos 90 também nos presentearam com belos novos trabalhos. São estes: Moska, Carlinhos Brown, Margareth Menezes, Adriana Calcanhotto (Partimpim), Pedro Luís E A Parede, Lenine, Zeca Baleiro, etc.

Por fim, a nova geração também somou de alguma forma. Muitas surpresas agradáveis, como Tulipa Ruiz e Thiago Pethit, além de artistas não-estreantes que confirmaram mais uma vez seu talento. Rodrigo Maranhão, Roberta Sá e Vanessa da Mata são alguns desses nomes.

Da produção internacional irei me abster de comentar, já que sou leigo no assunto, mas meus colegas de postagens certamente serão capazes de mencioná-la. Enfim, esse é o post que aproveita para trazer o blog de volta à ativa e em breve colocaremos nossas impressões de 2010, numa espécie de Top5 de cada um dos 3.